Há alguns dia, lia uma entrevista feita ao cardeal Beniamino Stella (prefeito da Congregação para o Clero) sobre esse momento que estamos vivendo. Dentre muitas preciosidades de sua fala, uma me chamou ainda mais a atenção.

Citando a obra literária, Os noivos do escritor Manzoni, escrita em tempo de pandemia, ele diz: “Deus nunca perturba a alegria de seus filhos, a não ser para enviar uma alegria maior.”

Coloquei-me a pensar e rezar sobre essa expressão. Dessa forma, surgiu-me a interrogação: que alegria o Senhor quer nos enviar de tão importante? Amados e amadas de Deus, agora, mais do que nunca, é tempo de afinar nossa escuta e abrir nossos olhos. É tempo de sensibilidade! Deus quer falar conosco, mas as notícias falsas, o desrespeito às ordens de cunho governamental e religioso para aquietar, está nos impedindo de ouvir a voz do Senhor. O governo pede quietude! A Igreja pede quietude! Deus pede quietude!

É hora de seguir os conselhos de Jesus: entrar para dentro do quarto, fechar a porta e orar ao Pai (Cf. MT 6, 6), pois a recompensa não será outra senão receber a maior alegria que Ele tem a nos entregar.

Texto- Marcio Antonio da Silva- Seminarista