REALIZADA A JORNADA DIOCESANA DA IAM

Evento promovido pela Infância e Adolescência Missionária da Diocese de Caratinga reúne várias crianças, adolescentes e adultos engajados na Obra. Aconteceu na Paróquia do Coração Eucarístico de Jesus, Santuário, em Caratinga, no dia 28 de abril, domingo, a Jornada Diocesana da Infância e Adolescência Missionária, que reuniu em média 150 pessoas, entre crianças, adolescentes, religiosas, assessores e pessoas que contribuem para a propagação da fé através desta obra pontifícia.

A Obra

A IAM, Infância e Adolescência Missionária, surgiu em 19 de maio de 1843, em Paris, na França quando notícias de missionários dos “países de Missão” – de modo especial da China, sobre a dura realidade das crianças (mortalidade, abandono) – sensibilizaram o coração de D. Carlos Augusto Maria José de Forbin-Janson, Bispo de Nancy e de Toul, Primaz da Lorena, despertando-lhe o desejo de salvar a vida de tantos inocentes, aliviar seus sofrimentos e anunciar-lhes o Evangelho de Jesus Cristo. Teve então a ideia de convocar as próprias crianças para enfrentarem o desafio – as crianças ajudariam as crianças -, fundando naquela data a Obra da Santa Infância, hoje Infância Missionária e Adolescência Missionária.

A Jornada

Inspirados pela promulgação do papa Francisco do Mês Extraordinário Missionária, a ser vivenciado no mês de outubro pela Igreja, cujo tema será “Batizados e Enviados” o Secretariado Nacional da IAM decidiu por bem lançar como tema nacional do ano de 2019 “Batizados e Enviados: A IAM em missão no mundo”, numa proposta de fazer com que as crianças, adolescentes e assessores envolvidas na Obra despertem em si cada vem mais a missão batismal de ser discípulos e missionários de Cristo (cf. Doc. de Aparecida), seguindo atentamente a ordem de Jesus: “Ide, pois, e ensinai a todas as nações.” (cf. Mateus 28, 19)

Jornada em Caratinga

Em Caratinga, a Jornada começou com um momento de confraternização entre os participantes, com oração da manhã baseada na passagem bíblica do poço de Jacó, onde os participantes foram levados a experimentar a água nova e limpa que Jesus nos concede a cada dia. Logo após, os participantes foram conduzidos as oficinas temáticas, que conforme orientação nacional buscaram refletir sobre a missão da própria IAM, seus desafios, suas realidades, compromissos e perspectivas dentro das 4 áreas integradas: Realidade Missionária, Espiritualidade Missionária, Compromisso Missionário e Vida de Grupo. Nas 3 primeiras áreas, as oficinas foram desenvolvidas pelos assessores Sandra'(Cel Fabriciano),  Gilvan (Orizânia) e Dinorá e Ângela (Pocrane). Na Vida de Grupo assessorada por Aldair Gustavo, o mesmo levou a reflexão sobre a missão e responsabilidade de pertencer a IAM e assumir a sua missão e depois foi exibido um vídeo ilustrando a missão de batizados e enviados pela IAM não só na diocese mas como em todo o mundo. Padre Ely da Terra Cristo, referencial para a dimensão missionária na diocese, para encerrar o fia, celebrou a Eucaristia e em sua homilia enalteceu a coragem, disposição dos presentes em quererem estar cada dia mais perto de Deus através da missão. Animou os pequenos missionários também a cada dia mais buscar no Cristo Ressuscitado a força para prosseguir, mesmo na dificuldade e convidou os presentes a tomarem atitude de ser Igreja em Saída, colocando em prática o apelo do papa Francisco para nossa Igreja.

 Avaliação

 

Irmã Maria de Lourdes Altera, mnsg, ou irmã Lurdinha, como é carinhosamente conhecida, que atualmente coordenada a Infância e Adolescência Missionária na diocese, avaliou de forma positiva o encontro, tanto na participação dos grupos, como nas oficinas desenvolvidas e projetou voos mais altos para a Obra na diocese. Anunciou também para o mês de setembro a realização da I Assembleia Diocesana da IAM. Por fim, a religiosa agradeceu a participação de todos e de maneira especial a presença da assessora Sandra, da diocese de Coronel Fabriciano/Itabira que também é a coordenadora estadual da IAM em Minas Gerais, e sem citar nomes para não ser injusta, agradeceu toda a equipe diocesana na IAM pelo suporte e auxílio para a realização do encontro.

Como fechamento de todo dia, ao final os participantes entoaram os gritos de guerra que os motivaram durante todo o dia: “De todas as crianças e adolescentes do mundo: sempre amigos! – Batizados e enviados: a IAM em missão no mundo”