“Pela graça de Deus sou aquilo que sou” (1Cor 15,10)

Compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Hoje, ao me deparar com esta página em branco para escrever sobre Padre Rafael, não consigo pensar em outras palavras para defini-lo: “Era o que era pela graça de Deus’. Para nossa diocese realmente ele foi uma dádiva do céu.

Os que o  conheceram não se cansam de falar o quanto ele era simples e humano, quem o encontrava se deleitava com um dedo de boa prosa, um sorriso amável e um abraço apertado. Como ele mesmo sempre dizia: “Eu gosto de abraçar as pessoas! ”

A tarde deste 18 de fevereiro ficou escura para a Diocese de Caratinga, perdemos um grande padre, um grande amigo e um grande incentivador das vocações sacerdotais, mas o céu ganhou os sorrisos e os abraços de padre Rafael.

Em uma entrevista feita para a equipe da Revista Diretrizes, edição 900 de setembro de 2016, nos contou que no final dos anos oitenta era representante da Revista Diretrizes, colhia as assinaturas nos vilarejos e as entregava, juntamente com dinheiro, para o padre Léssio para que ele levasse para o Monsenhor Raul. Era verdadeiramente apaixonado pelo sacerdócio, isso era claro em seu viver.

A equipe da Revista Diretrizes, na pessoa de Monsenhor Raul Motta de Oliveira, se despede de padre Rafael e roga a Deus que o receba na corte celeste. Vá em paz, padre Rafael! Vai lá, levar este sorriso carismático para o céu!

Alba Soares

Receba nossa NewsLetter

Entre em contato

Deixe uma dúvida ou sugestão