encontro de formação e implantação do Encontro de Preparação para Vida Matrimonial (EPVM)

Aconteceu no último domingo dia 25 de agosto na Paróquia São Luís Gonzaga, Luisburgo mais um encontro de formação e implantação do Encontro de Preparação para Vida Matrimonial (EPVM) por acolhimento. Nessa ocasião foram convidadas todas as paróquias da forania de Manhuaçu.

Na oportunidade o Diácono Leonardo que trabalha na cúria diocesana falou sobre o Direito Jurídico-Canônico do Matrimônio, instruindo os agentes de pastoral sobre as possíveis causa de nulidade matrimonial.

A Pastoral Familiar Diocesana tem a missão de articular e nortear as ações relativas à preparação para o Matrimônio.

“A Pastoral Familiar há de cuidar da formação dos futuros esposos e o acompanhamento dos cônjuges, sobretudo, nos primeiros anos de sua vida matrimonial” (Santo Domingo, 222)

Em atenção ao que os documentos da Igreja nos pedem a nossa Diocese está vivenciando desde o inicio desse ano o processo de mudança de “curso de noivos” para uma Catequese Matrimonial com inspiração Catecumenal, seguindo também as orientações do Documento 107 sobre a Iniciação a Vida Cristã, para seja uma realidade em preparação a todos os sacramentos, Batismo, Eucaristia, Confirmação e Matrimônio.

Das 6 foranias existente em nossa Diocese 3 delas Inhapim, Caratinga e Manhuaçu  já aconteceram  encontros de formação e implantação do EPVM por acolhimento, nas demais foranias os encontros acontecerão nos próximos meses para formar casais acolhedores, mas é uma alegria constatar que são muitas as  paróquias que já realizam esse trabalho com casais acolhendo noivos em suas próprias casas, os acompanhando e ajudando a  fazer esse discernimento vocacional.

Essa nova proposta é uma realidade em várias Dioceses do Brasil, pois se torna cada vez mais necessário esse acompanhamento aos casais que se preparam para o Sacramento do Matrimônio, e a preparação para este sacramento é um dos temas mais recorrentes nos documentos da Igreja sobre a família.

“Esta Catequese renovada de todos os que se preparam para o matrimônio cristão é absolutamente necessária, para que o sacramento seja celebrado e vivido com retas disposições morais e espirituais” (Familiaris Consortio 66).

Nesse mês dedicado as vocações, rezemos para que Deus e a Sagrada Família abençoe a todas as famílias e os que abraçaram a Vocação Matrimonial.