Diocese de Caratinga participa do 2º Mutirão de Comunicação Leste 2

 

Comunicar sempre foi algo necessário na vida do homem e com a criação das mídias sociais essa comunicação passou a ser mais democrática e interativa. A internet é o meio mais democrático de comunicação, permitindo que usuários com culturas e conceitos diferentes expressem o que pensam sobre diversos assuntos. Isso tem levado o homem a utilizar as redes sociais para atingir diversos objetivos. A nova forma de comunicação tem afetado o dia a dia dos internautas. A quantidade de redes sociais é tão grande que os internautas gastam horas por dia para gerenciá-las. O usuário brasileiro passa em média 279 horas por mês na internet, boa parte desse tempo em sites de relacionamento, como Facebook e Instagram, segundo De Luca (2018) no relatório global da We are Social publicado. A internet é uma realidade que já faz parte da vida cotidiana; não uma opção, mas é um fato.

A igreja católica utiliza cada vez mais os meios de comunicação social para anunciar o Evangelho e os acolhe como “dons de Deus, na medida em que criam laços de solidariedade, de justiça e de fraternidade entre os homens”. (Diretório de Comunicação, CNBB)

Diante desse grande desafio de comunicar a boa notícia, o comunicador católico deve primeiro testemunhar pela sua vida, a exemplo das primeiras comunidades. “Os primeiros cristãos, animados pela força inspiradora da Palavra e do amor fraterno, tornaram-se verdadeiros comunicadores do projeto de Jesus Cristo”. Essa indicação pode ser constatada também no significado da própria palavra comunicação que “provém do latim com-munus, aquilo que é compartilhado, ou seja, um dom pessoal ofertado a outro ou um dever de todos para com todos”. (Diretório de Comunicação, CNBB)

Frente a esse desafio agentes da Pastoral da Comunicação e profissionais de comunicação participaram, nos dias 18 e 19 de outubro, do Mutirão da Comunicação Regional CNBB Leste 2 – Muticom, realizado no Campus Coração Eucarístico. Esta é a segunda edição do evento, que teve como tema “Comunicação como estratégia para as Relações Humanas”. Durante a mesa de abertura, o professor Dom Joaquim Giovani Mol Guimarães, reitor da PUC Minas e bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, recebeu os participantes destacando o caráter acolhedor da Universidade. “A PUC Minas tem este nome porque ela quer acolher todas as pessoas, quer ser permanentemente a casa do saber, a casa da comunicação do saber, da informação do saber, da construção, da elaboração. É essa casa que acolhe vocês”, disse Dom Mol. O reitor destacou também a importância dos presentes para o processo de evangelização. “Precisamos formar uma grande rede, fazendo com que a Igreja comunique mais. Quanto mais comunicação, mais oferta dessa alegria que se chama Jesus Cristo”, afirmou.

O professor Mozahir Salomão Bruck, secretário de Comunicação da PUC Minas, destacou as dimensões da comunicação. “A comunicação se realiza a partir de três dimensões, pelo menos; a dimensão ética; a dimensão estética e a dimensão técnica. E por isso mesmo a comunicação será tão mais estratégica quanto mais ela celebrar o bem, o belo, o correto e o que é justo”, afirmou. “A realização de encontros como esse, que defendem o bem e que as pessoas façam o bem de modo perfeito é importantíssima. Fico muito feliz por estar no meio de gente que ama comunicação porque ela é, com certeza, a essência do bom, do justo e do belo”, finalizou o professor Mozahir.

Também estiveram presentes à mesa de abertura o arcebispo metropolitano de Juiz de Fora e bispo referencial para a Pastoral da Comunicação Regional Leste 2 da CNBB, dom Gil Antônio Moreira; o vigário episcopal para a Ação Pastoral da Arquidiocese de Belo Horizonte, padre Joel Maria dos Santos; o diretor da Rede Catedral de Comunicação, padre Fernando Lopes; o secretário executivo da Regional Leste 2 da CNBB, padre Roberto Marcelino; o coordenador do Anima PUC Minas, padre Áureo Nogueira de Freitas; o assessor de comunicação para a Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da CNBB, padre Tiago Silva, e a coordenadora da Pastoral da Comunicação Regional Leste 2 da CNBB, Janaína Gonçalves. Após a mesa de abertura, o professor Alan Domingues proferiu a palestra Gestão de Mídias Sociais.

Entre os convidados a ministrarem palestras, marcaram presença ainda a Professora Belkys Moya, da República Dominicana, e o Pe. Tiago Silva, atual Assessor da Comissão para a Comunicação da CNBB. Oficinas sobre redes sociais, implantação da pastoral da comunicação, rádio, assessoria de imprensa, criação de arte e fotografia religiosa, foram destaque nessa 2ª edição do Muticom

Dom Gil declarou que fazemos comunicação por motivo de fé, não apenas tecnicamente; comunicamos o que Cristo pretende que seja comunicado.

A diocese de Caratinga esteve representada pela coordenadora diocesana da pastoral da comunicação, Gicelia Azevedo, a editora da Revista Diretrizes, Alba da Silva Soares e a coordenadora da forania de Caratinga, Keila Dias.

Ao final do evento, Dom Gil conclamou a todos a rezarem pelo Sínodo da Amazônia; disse que o evento está sendo conduzido pelo Espírito Santo em clima de oração e paz. Reafirmou a importância de se conferir em fonte segura, Site da CNBB, por exemplo, os conteúdos compartilhados.

“Papa Francisco convida a tomarmos consciência de que ‘somos membros uns dos outros’ (Ef 4,25). Por isso, é necessário restituir à comunicação uma perspectiva ampla, baseada na pessoa, onde a interação é entendida sempre como diálogo e oportunidade de encontro com o outro. Uma comunidade é uma rede entre as pessoas em sua totalidade”. (Papa Francisco, citado por DGAE 2019-2023, N.118).

 

Reunião da Comissão da Comunicação do Regional Leste 2/CNBB

Após a realização do Muticom a Comissão para Comunicação do Regional Leste 2 se reuniu no sala de reuniões situada a Casa das Irmãs Sacramentinas, no bairro Dom Cabral.

Participaram da reunião o bispo referencial Dom Gil Antônio Moreira da Comunicação e Cultura, a coordenadora do Regional Leste 2 , Janaina Gonçalves Moreira da Silva , o assessor eclesiástico Pe. Andrey Nicioli , também representante da Província de Pouso Alegre, Davidson Avelino Damasceno da Arquidiocese de Belo Horizonte representante da Província Eclesiástica de Belo Horizonte, Gicélia Araújo Azevedo de Oliveira ,Diocese de Caratinga, representante da  Província Eclesiástica de Mariana , Pe. Camilo da Diocese de Juiz de Fora, representante da Província Eclesiástica de Juiz de Fora:  , Amanda Oliveira, da Arquidiocese de Uberaba, representante da Província Eclesiástica de Uberaba e Viviane  Carvalho da Arquidiocese de Montes Claros, representante da Província de Eclesiástica de  Montes Claros:

O objetivo da reunião foi a avaliação do 2º Muticom e propor agenda de atividades para o ano de 2020. A próxima reunião da comissão está agendada para março de 2020 no mesmo local.

 

Texto – Gicélia Azevedo

Fotos- Alba da Silva Soares e Pe. Andrey Nicioli