Diocese de Caratinga envia orientações sobre a benção de São Brás

Compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Em Cristo, graça e paz!

Se aproxima a memória litúrgica de São Brás, bispo e mártir. Segundo o costume, temos a tradicional bênção da garganta. Devido as necessidades pastorais do tempo presente, em comunhão com a CNBB achamos por bem reiterar que a bênção seja concedida seguindo devidas orientações. O rito de bênção acontecerá sem haver contato direto entre o ministro e o fiel.

Orientamos que: Ao término da homilia procederá a benção das duas velas unidas por uma fita vermelha, após proferir a oração de benção* o ministro aspergi as mesmas com água benta. Em seguida convida os fiéis a se ajoelharem, respeitando as limitações físicas de cada um. Quem preside ergue as velas em forma de cruz e voltado para a assembleia profere uma única vez a oração: “Por intercessão de São Brás, Bispo e Mártir, livre-te Deus do mal da garganta e de qualquer outra doença. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém”

Evidenciamos que não haverá bênçãos particulares, nem o costumeiro uso das velas cruzadas sobrepondo a garganta do fiel. Por fim, recordamos a todos a necessidade de cuidar e zelar pela vida. Recebamos de Deus todas as graças e bênçãos, em segurança, sendo arautos da Vida e do cuidado, dando ao mundo um legítimo exemplo cristão.

Pe. José Geraldo da Silva

Coordenador Diocesano da Pastoral Litúrgica

 

*Oração da Bênção das velas

PR.: A nossa proteção está no nome do Senhor.

AS.: Que fez o céu e a terra.

PR.: O Senhor esteja convosco.

AS.: Ele está no meio de nós.

PR.: Oremos. Deus todo-poderoso e cheio de ternura, por vossa palavra criastes toda a variedade dos seres, e quisestes que, para recriar a pessoa humana, o vosso Verbo, pelo qual tudo foi feito, se encarnasse pelo Espírito Santo no seio da Virgem Maria. Vós sois grande e imenso, digno de temor e louvor, e fazeis tantas maravilhas! Por vós, o glorioso bispo e mártir São Brás, em proclamação da sua fé, sem temer os tormentos mais variados, conquistou a palma do martírio. A ele conferistes, entre outras graças, a prerrogativa de curar, por vosso poder, todos os males da garganta. Por isso, suplicamos que pelos méritos e preces de São Brás, abençoeis + em vossa bondade essas velas que vossa Igreja preparou. Infundi nelas a vossa graça, para que todas as pessoas, abençoadas por intermédio delas, fiquem livres dos males da garganta e de qualquer outra enfermidade e, agradecidas, possam dar-vos graças em vossa santa assembleia e louvar o vosso nome glorioso, que é bendito pelos séculos dos séculos. Por Cristo, nosso Senhor.

AS.: Amém.

Receba nossa NewsLetter

Entre em contato

Deixe uma dúvida ou sugestão