Papa acolhe renúncia de dom Edney Gouvea, bispo de Nova Friburgo (RJ)

Autor Redacao | Data 22 de janeiro de 2020



O Papa Francisco acolheu, nesta quarta-feira, 22 de janeiro, o pedido de renúncia apresentado por dom Edney Gouvea Mattoso ao governo pastoral da diocese de Nova Friburgo (RJ).  Com a decisão do Papa, dom Edney, o 4º bispo diocesano de Nova Friburgo, torna-se agora bispo emérito.

 

O bispo emérito fica desobrigado das funções concernentes ao governo de sua diocese, mas permanece no exercício de seu ministério durante toda a vida.

 

No mesmo ato, o Santo Padre nomeou como administrador apostólico de Nova Friburgo dom Paulo de Conto, bispo emérito de Montenegro (RS), a quem a CNBB envia votos de um frutífero trabalho no zelo pastoral desta Igreja particular confiada até então a dom Edney. A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) enviou agradecimento a dom Edney Gouvea.

 

Confira abaixo a biografia e o agradecimento da CNBB.

 

Novo bispo emérito


Dom Edney Gouvea nasceu no Rio de Janeiro (RJ) no dia 2 fevereiro de 1957. Foi ordenado presbítero em 29 de agosto de 1987, no Rio de Janeiro (SP). Sua nomeação aconteceu em 12 de janeiro de 2005 e sua sagração como bispo auxiliar da arquidiocese do Rio de Janeiro ocorreu em 12 de março do mesmo ano. Dom Edney Gouvea foi nomeado para a diocese de Nova Friburgo em 20 de janeiro de 2010, onde tomou posse em 13 de março do mesmo ano.

 

Antes do episcopado, dom Edney foi pároco em diversas paróquias da arquidiocese do Rio de Janeiro; exerceu os cargos de prefeito de disciplina no Seminário Arquidiocesano São José, coordenador arquidiocesano da linha 3 Evangelização e Catequese, diretor do Departamento Arquidiocesano de Ensino Religioso, cônego Catedrático do Cabido da Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro, assistente eclesiástico da Comissão Arquidiocesana de Catequese e vigário episcopal no Vicariato Oeste (2000-2005). Foi membro dos seguintes organismos e equipes: Conselho Presbiteral, Colégio de Consultores, Comissão Arquidiocesana de Liturgia, Comissão Arquidiocesana de Pastoral Vocacional.

 

Como bispo exerceu as funções de bispo auxiliar de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ), de 2005 a 2010, e vigário geral. Ele foi animador de várias iniciativas: Vicariato Episcopal Leopoldina, Ministérios, Pastoral da Educação, Ensino Religioso, Iniciação Cristã, Pastoral da Liturgia, Música e Arte Sacra. Também foi bispo animador do Diaconato Permanente, Liturgia e do Conselho de Leigos do Brasil no Regional Leste 1 – CNBB. Foi diretor das Escolas de Fé e Catequese Mater Ecclesiae e Luz e Vida e membro do Conselho Diretor da Associação Mantenedora da PUC-RJ e do Conselho Universitário da mesma universidade. Seu lema episcopal é: “Fiat Voluntas Tua”, que se traduz por “Seja feita a tua vontade”.

 

Agradecimento da CNBB a dom Edney Gouvea Mattoso

Brasília-DF, 22 de janeiro de 2020

 

Estimado irmão, Dom Edney Gouvea Mattoso, saúde e paz!

 

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB manifesta agradecimento a Deus por sua trajetória episcopal ao lado do povo do Rio de Janeiro e especialmente na diocese de Nova Friburgo. Neste novo ciclo de emeritude, rogamos a Deus que seja um tempo de graças em sua vida.

 

É grande nossa gratidão ao recordar a sua contribuição para a caminhada da Igreja no Brasil, especialmente no Regional Leste 1 da CNBB onde exerceu a animação de vários serviços. Neste tempo em que se celebra a memória de São Sebastião, padroeiro da arquidiocese do Rio de Janeiro, a CNBB expressa gratidão por sua entrega à vontade de Deus, como está expresso em seu lema episcopal “Seja feita a tua vontade” e a doação às igrejas particulares do Rio de Janeiro e de Nova Friburgo.

 

Do Papa Francisco, destacamos as palavras proferidas em celebração na Casa Santa Marta, no dia 21 de janeiro deste ano, para quem ser bispo é um dom gratuito do Senhor. A Santidade, reforçou o Santo Padre, consiste justamente em “custodiar” este dom recebido gratuitamente e não por nossos méritos.

 

Rogamos a proteção de São Sebastião, nesta prece cheia de gratidão.

 

Em Cristo,

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo de Belo Horizonte (MG)
Presidente da CNBB

Dom Jaime Spengler
Arcebispo de Porto Alegre (RS)
Primeiro Vice-Presidente da CNBB

Dom Mário Antônio da Silva
Bispo de Roraima (RR)
Segundo Vice-Presidente da CNBB

Dom Joel Portella Amado
Bispo auxiliar da arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ)
Secretário-geral da CNBB

Mitra Diocesana de CaratingaPraça Cesário Alvim, 156Caratinga - MG35.300-000 - (33) 3321-4600