NATAL SEM FOME: SEDE PROVISÓRIA DA CNBB É PONTO DE ARRECADAÇÃO

Autor Claudio Geraldo | Data 8 de novembro de 2017



 

 

 

 

 

 

 

Encerrada há 10 anos, devido à redução da miséria no Brasil, a Campanha Natal sem Fome, organizada pela Ação da Cidadania, volta a ser realizada em todo o país e no Distrito Federal. “A gente está vendo a fome voltar a doer no ser humano”, disse um dos coordenadores da Campanha Natal Sem Fome no Distrito Federal, José Ivan, no ato de inauguração do ponto de coleta na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), no último dia 03/11.

 

Segundo o presidente do Conselho da Ação da Cidadania e filho de Betinho, Daniel de Souza, a ação foi retomada para que o Brasil não retorne ao Mapa da Fome das Nações Unidas, no qual o país deixou de figurar em 2014. O mapa é um levantamento da Organização das Nações Unidas (ONU) que mostra onde vivem os milhões de pessoas que ainda passam fome no mundo. A campanha convida a população para se engajar na causa, destacando que 11% da população mundial passa fome – somente no Brasil são sete milhões de pessoas, segundo pesquisa PNAD/IBGE 2014.

 

 

Antônia, catadora de material reciclável: 
“Quem tem fome não consegue dormir”

No evento de instalação do ponto de coleta, com a participação do bispo auxiliar de Brasília e secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Steiner e dos colaboradores/as da entidade, Antônia Cardoso Abreu, associada da Catamare – Cooperativa de Catadores de Material Reciclável do DF, falou da própria experiência de passar fome. “Quem tem fome não consegue dormir”, tentou explicar uma das sensações que experimenta quem é privado de comida.

 

Aos 11 anos, órfã de pai e mãe, ela recorreu às ruas para sobreviver. Aprendeu a trabalhar, casou-se, foi morar no Guará I, em Brasília, e teve três filhos. Aos 23 anos, após ser abandonada pelo marido, voltou às ruas novamente para garantir o sustento de sua prole. “Eu poderia ficar com fome, mas não poderia deixar três crianças inocentes passar fome”, disse.

 

Pontos de arrecadação no DF – O ponto de arrecadação de alimentos não perecíveis e de recursos financeiros funcionará na CNBB até o dia 10 de dezembro. Além deste, há outros pontos no DF na EAP/ Escola Normal da 907 Sul, na Faculdade JK, da 707 Sul e na Secretaria Nacional de Economia Solidária no Ministério do Trabalho.

 

O resultado da coleta será entregue à Catamare – Associação de Catadores de Material Reciclável no DF, grupo cultural Azulim, em Sobradinho 2, assentamento Maria da Penha Resiste, do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e no assentamento Pequeno Willian, do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), ambos em Planaltina (GO).

Mitra Diocesana de CaratingaPraça Cesário Alvim, 156Caratinga - MG35.300-000 - (33) 3321-4600