Portal da Diocese de Caratinga - Morre padre Júlio Pessoa Franco, aos 87 anos

Morre padre Júlio Pessoa Franco, aos 87 anos

Autor Claudio Geraldo | Data 21 de julho de 2018



A Congregação dos Missionários Sacramentinos de Nossa Senhora, comunicou, com pesar, na tarde deste sábado, 21 de julho, o falecimento de padre Julio Pessoa Franco, ocorrido por volta das 13 horas.

 

Natural de São Gotardo-MG, padre Júlio nasceu em 11 de setembro de 1930. Filho de Marinha Pessoa Franco e Rivalino de Mello Franco, teve treze irmãos, sendo seis homens e sete mulheres. Fez o Curso Fundamental em São Gotardo, no Grupo Escolar Afonso Pena e o Ginasial no Seminário Apostólico de Manhumirim. Em 1951, iniciou no curso de Filosofia: 1º ano – no Seminário Coração Eucarístico, de Belo Horizonte; 2º ano – Seminário São Rafael, de Dores do Indaiá e 3º ano – Seminário Apostólico de Manhumirim. Em 17 de janeiro de 1950, fez a sua primeira profissão religiosa e, em 19 de dezembro de 1954, fez a sua Profissão Perpétua.  No dia 5 de janeiro de 1958, foi ordenado diácono, pelo então bispo diocesano de Caratinga, dom José Eugênio Corrêa e, naquele mesmo ano, foi ordenado presbítero. Desde 1959 está em Manhuaçu, tendo sido pároco da Paróquia de São Lourenço por mais de 20 anos.

 

De acordo com a nota publicada pelos Missionários Sacramentinos, nos últimos meses padre Júlio passou por um agravamento em seu quadro de saúde, precisando ser submetido a uma cirurgia. “Toda a Congregação esteve unida a ele nas orações nestes momentos. Contou com a companhia e o cuidado de seus confrades e de muitos paroquianos de Manhuaçu, onde residiu. Hoje partiu para a Casa do Pai, confortado com os Sacramentos”, escreveram.

 

O velório acontecerá na Matriz do Bom Pastor, em Manhuaçu, a partir das 21h deste sábado. Haverá celebração eucarística as 22h. No domingo, 22 de julho, serão celebradas 7h, 9h e 14h. Às 15 será o sepultamento.

 

Abaixo uma breve cronologia de padre Júlio, publicada pelo Portal Caparaó em 18 de outubro de 2017:

 

1950 – Regente e professor no Seminário São Rafael – Dores do Indaiá.

 

1958 -  Ecônomo em Manhumirim; Vigário Coadjutor na Paróquia Bom Jesus e Diretor do Patronato Agrícola Santa Maria;

 

1959 – Professor do Educandário Sacramentino, de Espera Feliz e Cooperador na Paróquia São Sebastião, também em Espera Feliz.

 

1959 – Foi nomeado Vigário da Paróquia de Manhuaçu.  Também exerceu os seguintes cargos: membro do Conselho Presbiterial Diocesano e Consultor Diocesano da Diocese de Caratinga, cargo este que exerce até os dias atuais.

 

1963 – Foi Vigário-Ecônomo de São Luís de Manhuaçu, hoje, Luisburgo.

 

Na Área de Comunicação:

 

1972 – Fundou o Jornal Tribuna do Leste.

 

1982 – Fundou a Rádio Nova FM

 

No Setor Empresarial:

 

- Construiu o edifício Expansão Cultural

 

- Criou a Livraria Expansão Cultural

 

- Fundou a Gráfica Expansão Cultural

 

- Construiu o edifício Tribuna do Leste (São Vicente)

 

- Presidente da Fundação Expansão Cultural

 

- Diretor do Fundo de Expansão Cultural

 

Construções Religiosas:

 

- Construiu a Igreja de Reduto

 

- Construiu a matriz do Bom Pastor

 

- Construção da capela de São Geraldo (Bairro Petrina)

 

- Reformou a Igreja de Santo Antônio

 

- Reformou a Igreja de São Luiz Gonzaga (Luisburgo)

 

As capelas onde o Padre Júlio marcou presença durante sua vida apostólica estão nos municípios de Manhuaçu, Reduto e Luisburgo.

 

Títulos honoríficos recebidos pelo Padre Júlio:

 

1982 – Cidadão Honorário de Manhuaçu

 

1992 – Membro da Academia Manhuaçuense de Letras

 

1999 – Diploma de Honra ao Mérito da Câmara Municipal de Manhuaçu

 

Homenagens da sociedade civil a este grande homem:

 

1976 – Homenagem da Assembleia Legislativa de Minas Gerais – ao jornal Tribuna do Leste, pelo Deputado João Bello

 

1990 – Destaque da Imprensa, pela Fundação Manhuaçuense de Cultura

 

1996 – Diploma de Honra ao Mérito – Loja Maçônica União de Manhuaçu

 

2000 – Homenagem a Rádio Manhuaçu AM/FM pela Academia Manhuaçuense de Letras

 

2017 – Eleito Sacerdote Sacramentino de Expressão – pelo site Manhuaçu Notícias

 

 

Abaixo, na íntegra, a nota publicada pelos Missionários Sacramentinos de Nossa Senhora:

 

Prezados irmãos e irmãs em Cristo,

 

Os Missionários Sacramentinos de Nossa Senhora comunicam, com pesar, que o Pe. Júlio Pessoa Franco, SDN, fez na tarde desde sábado, 21 de julho, sua páscoa definitiva. Nos últimos meses passou por um agravamento em seu quadro de saúde, precisando ser submetido a uma cirurgia. Toda a Congregação esteve unida a ele nas orações nestes momentos. Contou com a companhia e o cuidado de seus confrades e de muitos paroquianos de Manhuaçu, onde residiu. Hoje partiu para a Casa do Pai, confortado com os Sacramentos.

 

Pe. Júlio foi um extraordinário propulsor do crescimento de Manhuaçu, sendo por muitos anos diretor da Fundação Expansão Cultural (Jornal Tribuna do Leste, Rádio Manhuaçu, Rádio Nova FM). Esteve presente em inúmeras comunidades rurais da região, celebrando e dirigindo a construção de capelas. Dedicava-se, com fidelidade, ao atendimento do Sacramento da Confissão. Marcou gerações com sua voz grave, apresentando diariamente o programa “Prece do Amanhecer” na Rádio Manhuaçu.

 

A Igreja, nossa Congregação e a sociedade de Manhuaçu perdem, certamente, um grande homem. Que ele possa agora contemplar, face a face, o Cristo pelo qual tanto trabalhou nesta terra. Pedimos aos amigos e amigas as orações pelo descanso de sua alma e conforto dos que aqui ficamos.

 

Requiescat In Pace, Amen

Mitra Diocesana de CaratingaPraça Cesário Alvim, 156Caratinga - MG35.300-000 - (33) 3321-4600