Dia dos Avós

Autor Claudio Geraldo | Data 3 de julho de 2018



No próximo dia 26 de julho queremos homenagear os nossos queridos avós. Este é o dia de Sant`Ana e São Joaquim, que a Tradição católica reconhece como pais de Nossa Senhora. Eles foram canonizados pelo Papa Gregório VIII em 26 de julho de 1584.  A data da festa dos avós de Jesus só foi definitivamente unificada no dia 26 de julho pelo Beato Paulo VI, entre a década de 60 e 70 do século passado.

 

Parece que os netinhos nasceram para fazer os avós felizes e os avós existem para suavizar o rigorismo da educação dada pelos pais a seus filhos. Acredito que os avós ficam ansiosos com a chegada dos netinhos para matar a saudade dos filhos, quando eram criancinhas. Criança é sempre uma “fofura”, um presente de Deus, a alegria dos pais e a felicidade dos avós. Mas a diferença entre ser pais e ser avós é grande. Não é que os avós são irresponsáveis, mas a educação das criança é da responsabilidade dos pais. Assim, os pais curtem seus filhos, principalmente quando são criancinhas, mas ao mesmo tempo tem que chamar a atenção diante das suas “estripolias”, tem que dizer “não” muitas vezes, e, às vezes, chegam até ser muito rigorosos e  pesados  para seus filhinhos.

 

Bem diferente é a visão  dos avós. Para eles crianças são para serem curtidas o tempo todo e quando começam a ser malcriadas, não correspondendo com o carinho e afeto dos avós, o que eles fazem? Entregam para os pais! Corrigir já não é função dos avós. Diante da criança os pais ficam com o “ônus”, os avós, com o  “bônus”. Em outras palavras os pais corrigem, chamam a atenção, educam; os avós apenas se divertem, curtem e só querem agradar. Criança esperta sabe disso! Quando as coisas não estão como desejam, correm para seus avós e vão adulá-los para conseguirem o que desejam.

 

Também é verdade que muitos avós têm hoje que assumir a educação dos netinhos. Aí, assume, de certo modo, a função de pais e, neste caso, o relacionamento não fica tão gracioso e suave, por causa da responsabilidade assumida.

 

Se você, querido leitor ainda tem sua vovó ou seu vovô, mesmo que você já seja adulto, não perca a oportunidade de curtir seus avós e relembrar com eles as alegrias e traquinagens do seu tempo de criança. Aproveite este dia, vá se encontrar com seus avós. Vá dar-lhe um beijo amoroso e abraços gostosos. Vá dizer-lhes com muita ternura e carinho. “Parabéns vovô, parabéns vovó, por esta data tão linda”.

 

Dom Emanuel Messias de Oliveira

Bispo diocesano de Caratinga

Mitra Diocesana de CaratingaPraça Cesário Alvim, 156Caratinga - MG35.300-000 - (33) 3321-4600