Celebrada missa do Crisma e da Unidade Diocesana

Autor Claudio Geraldo | Data 18 de abril de 2019



Na manhã desta quinta-feira Santa, 18 de abril, aconteceu no Santuário de Adoração, em Caratinga, a missa do Crisma e da Unidade Diocesana. Presidida pelo bispo diocesano, dom Emanuel Messias, a celebração contou a presença de diáconos, padres dos cleros diocesano e religioso, religiosas e leigos de toda a diocese.

 

Na saudação, dom Emanuel saudou aos mais 90 padres presentes, manifestando sua alegria em, mais uma vez, reunir-se com o presbitério na significativa data em que se recorda a instituição do sacerdócio. Lembrou que a celebração é a missa da comunhão do bispo com o povo presente que está representando toda a diocese.

 

Ainda nos ritos iniciais, dom Emanuel apresentou à comunidade reunida e ao clero o diácono permanente José Francisco da Silva, que a partir de agora está incardinado na diocese de Caratinga e, conforme a provisão lida pelo chanceler da cúria, padre Agrimaldo José Teixeira, exercerá seu ministério ordenado na Paróquia de São Sebastião, de Inhapim, onde está residindo atualmente.

 

Em breves palavras, o diácono agradeceu a acolhida de dom Emanuel. “Eu acredito que, com a luz do Espírito Santo, eu posso exercer com amor e fidelidade o meu ministério nessa diocese, com obediência e gratidão ao Senhor”, disse o diácono.

 

Durante a homilia, dom Emanuel ressaltou o sentido da Unidade que caracteriza a celebração da instituição do sacerdócio. “Nós todos somos sacerdotes ungidos pelo óleo santo. No nosso batismo, fomos ungidos e recebemos uma veste branca, simbolizando que fomos revestidos de Cristo. Essa consagração nos lembra que somos um só a serviço do Senhor e ungidos em Cristo pra vivermos a vida de Cristo e o seu sacerdócio, que é o único sacerdócio do qual nós participamos cada um a seu modo. Um sacerdócio que nos faz glorificar a Deus através do nosso culto espiritual, da nossa oração, da nossa caridade”, explicou dom Emanuel.

 

Dom Emanuel lembrou ainda que padres e leigos devem viver uma comunhão profunda. “O padre com os paroquianos e o bispo com o seu presbitério. Nesse tempo da grava do senhor vamos exercitando nossa vida sacerdotal. Nós, sacerdotes ordenados, somos chamados do meio povo para o exercício de nosso ministério, que devemos fazer com o mesmo amor com que o fizemos pela primeira vez, no dia de nossa ordenação. Nas paróquias, hoje, vocês celebrarão isso com a celebração do lava pés, na qual fica evidente que vocês são servidores do povo de Deus, segundo o exemplo do próprio Jesus”, disse dom Emanuel, lembrando os padres da renovação das promessas sacerdotais que fariam em seguida.

 

Ainda na homilia, dom Emanuel, servindo-se de uma reflexão do papa Francisco, deixou uma mensagem de ânimo aos presbíteros, fazendo uma reflexão sobre os tipos de cansaços que o padre pode ter na sua vida. Ao fim da reflexão, o bispo chamou a atenção para o olhar cuidadoso que o povo deve ter para com seus pastores, acolhendo-os em suas dificuldades e cansaços.

 

Na sequência, de pé e com as mãos estendidas, os padres fizeram a renovação dos compromissos sacerdotais. O bispo os motivou a relembrarem o dia em que foram ordenados, revivendo os propósitos que fizeram e anualmente renovam nesta celebração. Depois, ao final da celebração, o bispo abençoou os óleos santos do crisma, dos catecúmenos e dos enfermos. Estes óleos são levados para as paróquias e usados na administração dos sacramentos.

Mitra Diocesana de CaratingaPraça Cesário Alvim, 156Caratinga - MG35.300-000 - (33) 3321-4600