A Luz venceu a escuridão

Autor Redacao | Data 6 de janeiro de 2020



Fortalecei as mãos enfraquecidas e firmai os joelhos debilitados. Dizei às pessoas deprimidas: Criai ânimo, não tenhais medo! Vede, é vosso Deus, é a recompensa de Deus; é Ele que vem para nos salvar” (Is 35, 3-4).

No dia a dia entramos em um turbilhão, tentando solucionar problemas que, muitas vezes, nos escapam das mãos, e não nos damos conta das grandes maravilhas que Deus prepara para nós. Muitos ficam presos ao ano velho, a velhos problemas, muitos sem solução. Esquecemo-nos de que as luzes do ano velho se apagaram. E aí eu lhe pergunto, meu caro leitor, vamos ficar aqui, na escuridão do ano que já findou, ou vamos contemplar e agradecer a aurora do ano que se inicia? Podemos nos esquecer do belíssimo e promissor anúncio que o anjo nos deixou de que a Luz brilhou nas trevas? “Um anjo do Senhor se apresentou. A glória do Senhor envolveu os pastores no resplendor e eles se aterrorizaram. O anjo lhes disse: não temais. Dou-vos uma boa notícia, uma grande alegria para todo o povo. Hoje nasceu para vós, na cidade de Davi, o Salvador, o Messias e Senhor” (Lc 2, 8-11).

Os anjos nos convidaram a viver a alegria luminosa da chegada de uma criança. Quando sabemos que, em nossa família, vai chegar uma nova vida, todos ficamos alegres e esta alegria contagia até os vizinhos e amigos. Foi assim comigo com a chegada dos meus sobrinhos e, agora, com a chegada dos filhos dos meus sobrinhos. Acredito que na família de vocês seja a mesma festa. Pode haver alegria maior que a materialização do amor de um casal com a chegada de seus filhos? Assim também, em Jesus, o amor de Deus por nós se materializa. Através de Jesus, Ele vem até nós, entra na nossa história, e nos salva.

Passamos os dias buscando e pedindo paz: “dai-nos Senhor a vossa paz! ”, é o que imploramos incessantemente. Mas pergunto: Nós somos construtores dessa paz em nossas casas, em nosso ambiente de trabalho, em nossos corações? Empenhemo-nos na construção da paz, na edificação de um mundo de perdão, de solidariedade e de misericórdia. Sem estes valores não haverá paz. Jesus veio ao mundo pequenino, frágil, desprovido de bens materiais para servir de exemplo para todos nós e para que não nos desanimemos diante de nossas fraquezas e falhas. Ele nos fortalece! Com seu nascimento tudo se ilumina e se enche de esperança e, ao se iniciar um novo ano, ele nos alimenta com seu amor e ternura de Menino, e renova as nossas forças.

Deixemo-nos, neste início de ano, ser invadido por este clarão luminoso, por este amor maior, pois onde há esperança, resplandece o amor; e onde há amor não há lugar para a escuridão; e onde impera a luz, o medo jamais existirá. Com a fé e a esperança, jamais seremos decepcionados. Veja o que diz o Apóstolo: “E a esperança não nos decepciona, porque Deus derramou seu amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu” (Rm 5,5).

Que Deus, Pai misericordioso, abençoe a vida de todos nós neste ano que se inicia. A todos e todas um feliz, fulgurante e resplandecente Ano Novo, esparzindo luz em todas as direções.

Dom Emanuel Messias de Oliveira

Bispo diocesano de Caratinga

Mitra Diocesana de CaratingaPraça Cesário Alvim, 156Caratinga - MG35.300-000 - (33) 3321-4600