A Ave Maria

Autor Claudio Geraldo | Data 2 de janeiro de 2019



Uma oração cristológica, tirada de um contexto bíblico trinitário

 

Sem muita dificuldade, podemos perceber que a Ave Maria é uma oração cristológica  de louvor a Maria, sendo que a sua primeira parte é tirada da Bíblia dentro de um contexto trinitário.  A primeira parte da Ave Maria é composta com as palavras da própria Bíblia. O arcanjo Gabriel mensageiro de Deus Pai, saúda a Virgem Maria, convidando-a à alegria messiânica e revelando-lhe que ela está cheia do favor, dos dons, das graças divinas: “Alegra-te, cheia de graça, o Senhor (Deus Pai – primeira pessoa da Santíssima Trindade) está contigo” (Lc 1,28). Nós rezamos com a Igreja: “Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é contigo”.

 

Depois continuamos com  as palavras de Isabel, que, inspirada pelo Espírito Santo, “com um grande grito, exclamou”: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre (Lc 1,42). Quem é o fruto do ventre de Maria? Sem dúvida nenhuma é Jesus, o Filho de Deus (ou Deus Filho – segunda pessoa da Santíssima Trindade). Foi o próprio anjo que propôs a Maria o nome do seu filho. Jesus significa “Deus salva”. Assim, nós rezamos: “Bendito é o fruto do teu ventre, Jesus”.

 

A segunda parte da “Ave Maria” é um pedido que a Igreja faz à Mãe de Deus, ou seja, a mãe de Jesus Cristo. Como sabemos que Maria é Mãe de Deus. É, primeiramente, o anjo que revela essa verdade a Maria. Vejamos  Lc 1,35. Depois que o anjo anuncia que ela vai dar à luz um filho, Maria pergunta: “como?” (v.34). O anjo responde, no verso 35: “ O Espíríto Santo (Deus Espírito Santo – terceira pessoa da Santíssima Trindade) virá sobre ti e o poder do Altíssimo (quer dizer: o poder de Deus Pai) vai te cobrir com sua sombra, por isso o Santo que nascer será chamado Filho de Deus”. Depois, Isabel também afirma que Maria é  Mãe de Deus no v. 43: “Donde me vem que a Mãe do meu Senhor me visite”? Senhor é “título divino de Jesus ressuscitado” (cf. Bíblia de Jerusalém).

 

Qual é o pedido que a Igreja faz? Ela pede que a Mãe de Deus rogue por nós que somos pecadores. Quando? “Agora e na hora da nossa morte.” Então, rezamos assim: “Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora da nossa morte”. E termina com a palavra “Amém”, que quer dizer “Assim seja”. (Usamos para este artigo o texto da “Bíblia de Jerusalém”.

 

Dom Emanuel Messias de Oliveira

Bispo diocesano de Caratinga

Mitra Diocesana de CaratingaPraça Cesário Alvim, 156Caratinga - MG35.300-000 - (33) 3321-4600